> O que é?

Nova versão de uma das séries mais famosas e importantes dos games e primeiro grande lançamento do ano, Street Fighter V finalmente chegou oficialmente, na sua versão (quase) completa. Street Fighter é uma série que dispensa maiores apresentações, e se você quiser conhecer mais sobre a história da franquia, é só ver aqui a matéria completa sobre o assunto.

Depois de uma série de betas, que foram usados principalmente para testar o balanceamento dos personagens e acertar o netcode para ao jogar funcionar direitinho nas partidas online, a versão lançada ainda está longe de ser considerada uma “versão final”, já que vários modos de jogos e funções básicas estão incompletas e serão atualizados nos próximos meses. Pelo menos já temos a previsão de quando esses conteúdos estarão disponíveis (gratuitamente, claro), e eles não vão demorar tanto assim pra chegar, com a primeira grande atualização programada já para o próximo mês, e com a campanha cinematográfica, novidade na franquia, chegando em junho.

Street Fighter V traz uma série de novidades, então vou tentar resumir cada uma. Pra começar, o jogo é pensado como um serviço, e ele receberá conteúdo adicionalpontualmente, até o fim da geração. Isso significa que não teremos versões Super, Ultra, Mega HD Remix, o jogo atual será o único lançado, e vai funcionar como um jogo base, que vai sendo expandido com o tempo. É bem parecido com o que já acontece com MOBAs, como League of Legends.

A parte legal disso tudo é que todo o conteúdo adicional de gameplay (como novos personagens) pode ser adquirido com dinheiro do próprio jogo, o Fight Money, que você acumula terminando os modos singleplayer e ganhando partidas online. Eles também vão poder ser adquiridos por dinheiro de verdade, então você escolhe o que achar mais prático. Vão sim existir conteúdos que só serão desbloqueados com seu precioso dinheiro real, mas apenas acessórios cosméticos, como roupas diferentes para cada personagem.

Mais uma novidade é que o jogo funciona com o sistema crossplay, ou seja, independente da plataforma, todo mundo pode jogar junto. Então a comunidade vai ser uma só, e você vai poder aproveitar o jogo no seu PS4, junto com o seu amigo que vai jogar a versão de PC, por exemplo. Ainda falando no online, Street Fighter V é focado no lado competitivo, então além do esforço que a Capcom colocou para fazer o modo online funcionar bem, existe uma série de campeonatos de SFV, só esse ano já são 72 torneios oficiais confirmados ao redor do mundo, além de você conseguir acompanhar a cena competitiva peloTwitch ou YouTube, então se você gosta desse lado dos jogos, vai ter muito o que aproveitar aqui, e por muito tempo.

Sobre as mudanças no gameplay, a maior novidade fica por conta da barra V-Gauge, que vai enchendo conforme o seu personagem sofre dano. Quando ela está completa, você pode usar para ativar o V-Trigger, que varia de acordo com o personagem, podendo ser um buff temporário, ou um golpe especial. Você também pode gastar parcialmente essa barra para usar o V-Reversal, que também vai ter o efeito diferente pra cada personagem, mas que serve basicamente para afastar o oponente enquanto você está defendendo. E pra finalizar os Vs, temos a V-Skill, habilidade especial única de cada personagem, que pode ser usada sempre que você quiser, e é a única forma ofensiva de ganhar V-Gauge. Por exemplo, a V-Skill do Ryu é o parry, enquanto a V-Skill do Ken é uma corrida pra frente, que você pode utilizar para alguns combos.

O elenco inicial é composto por 16 personagens, incluindo os estreantes Necalli, Rashid, F.A.N.G e a brasileira Laura, mas esse número vai aumentar muito ainda, já temos os 6 primeiros personagens por DLC confirmados (Alex, Ibuki, Juri, Guile, Balrog e Urien), com Alex chegando já em março. No momento, Street Fighter V possui um modo história, mas ele é bem inacabado, com pouco conteúdo, onde a história de cada personagem é contada apenas por um slideshow de ilustrações, e nem tem nada relevante aqui, justamente pra não “estragar” a versão real que chega em junho. Tudo foi feito de forma tão corrida que as ilustração são do incrível artista Bengus, mas que aqui parecem mais esboços que não chegam nem perto no nível dos outros trabalhos do cara, e fica evidente que foi uma encomenda em cima da hora da Capcom, só pra ter algo no lançamento. Além disso tem o modo Survivor, onde você faz uma série de lutas em sequência e usa pontos para conseguir algumas vantagens (como recuperar o HP entre cada luta), que também serve para desbloquear novas cores paras os personagens. E bem, é isso, não tem mais nada aqui, além do Training e Versus, e do modo online, que também está incompleto.

Pra completar a alegria dos jogares que pegaram SFV no lançamento, os servidores também não aguentaram o número de acessos e o jogo basicamente não funcionava. A situação já está melhor, mas ainda não está 100% funcional. Isso é até natural de acontecer com grandes lançamentos que dependem muito do servidor online, e com certeza tudo está arrumado nos próximos dias, mas é mais uma frustração e que certamente fez muita gente prometer que nunca mais vai comprar nenhum jogo no lançamento. Promessa essa que não vai ser cumprida, mas ajuda a diminuir a raiva do momento.

Street Fighter V tem se mostrado excelente em vários aspectos. O jogo é lindo, a arte e a animação dos personagens é absurdamente bem feita, as novas mecânicas de gameplay são interessantes, e o modelo de jogo, oferecendo conteúdo novo durante toda a geração, permitindo a compra sem precisar gastar dinheiro real e o sistema de crossplay foram ótimas adições, mas o jogo definitivamente está incompleto. Capcom gastou tanto tempo apurando as mecânicas, balanceamento e fazendo o online funcionar que acabou não sobrando para os modos e funções do jogo. Problemas esses que vão ser resolvidos em breve, e que não vão afastar nenhum fã da franquia, que é um dos grupos de jogadores mais apaixonados e dedicados do mundo.

> Informações

  • Plataformas: Playstation 4 / PC
  • Gênero: Luta
  • Data de Lançamento: 16/02/2016
  • Desenvolvido por: Capcom
  • Publicado por: Capcom
  • Tempo médio da campanha: #
  • Preço: 60 dólares

> Notas e Reviews

> Ví­deos

> Trailer de lançamento:

> Excelente review em português, por TecMundo Games

> Abertura completa de Street Fighter V:

> Série de vídeos apresentando cada personagem (Playlist, 16 ví­deos):