> O que é?

Jogos indies foram responsáveis pelo resgate de alguns gêneros que estavam esquecidos pelas grandes produtoras, e um desses gêneros resgatados foi o nicho do horror, pelo menos os que não são tão baseados na ação. O estilo explodiu também quando os vídeos de gameplay com facecam ficaram populares no YouTube, sendo que jogos de terror eram os que mais traziam público, assistir outras pessoas tomando sustos sempre foi um prazer bizarro nosso.

Na E3 de 2014 surgiu o P.T., um pequeno jogo de terror para PS4 que serviu como teaser para o próximo jogo da macabra franquia Silent Hill. Apesar de ser inicialmente pensado como uma campanha de marketing pra outro jogo, P.T. era um dos melhores, mais bem produzidos e assustadores jogos que surgiram no estilo nos últimos anos.

O hype por Silent Hills era enorme e P.T., mesmo como um jogo F2P e curto, aparecia com frequência em listas de melhores jogos da geração. Quando todo mundo estava empolgado com essa nova volta dos jogos de terror, a Konami (publisher e dona de Silent Hill) acabou desistindo do mercado de jogos tradicionais, e cancelou Silent Hills. E ainda removeu P.T. da PSN, então quem não baixou na época não tem mais acesso ao jogo. Mas quem voltou para, de alguma forma, tentar resgatar a essência do jogo de novo? Sim, os produtores independentes, onde alguns jogos claramente cópias inspirados por P.T. surgiram, e já começaram a ser lançados. Layers of Fear é um desses projetos.

Em Layers of Fear você assume o controle de um pintor, no século XIX, que está tentando finalizar a sua obra-prima. Claro que ele é um pouco perturbado, e durante o jogo você vai lidar com toda essa insanidade, transformando o universo do jogo em algo distorcido, bizarro e sinistro demais.

Assim como em P.T., é um jogo em primeira pessoa, sem foco na ação ou combate, onde você vai explorar e interagir com o cenário, e com toda bizarrice que vai acontecendo durante esse percurso. Uma das mecânicas de Layers of Fear é que o ambiente que você está vai mudando constantemente. Por exemplo, você vai entrar em uma sala e na sua frente vai ter uma janela. Assim que você virar pra trás, a porta já não está mais lá, virando novamente, a janela também foi embora, mais uma virada e talvez algo bizarro esteja presente agora, que vai te fazer pensar porque caralhos você está jogando isso.

É um jogo bem curto, e ele tem tido uma recepção morna por parte da crítica, porém vem sendo muito elogiado pelos jogadores. No momento ele está com média 74 no Metacritics, mas com 85 de User Score. Chegou a receber um 5.8 da IGN, mas tem 96% de aprovação pelos jogadores no Steam. Isso é até esperado, por ser um estilo que geralmente tem falhas quando analisado de forma mais técnica, mas que costuma agradar muito os jogadores, já que eles vão se importar muito mais com o entretenimento que o jogo oferece.

Layers of Fear estava disponível em Early Acess no Steam, mas foi lançado ontem oficialmente para PS4, Xbox One e PC, sendo uma boa opção para quem procura um novo jogo de terror, e que provavelmente vai gerar muitas views no YouTube nas próximas semanas.

> Informações

  • Plataformas: Playstation 4 / Xbox One / PC
  • Gênero: Horror / Adventure / 1ª pessoa
  • Data de Lançamento: 16/02/2016
  • Desenvolvido por: Bloober Team
  • Publicado por: Aspyr
  • Tempo médio da campanha: 2 horas
  • Preço: 20 dólares

> Notas e Reviews

> Ví­deos

> Trailer de lançamento:

> Unboxing da bizarra Edição de Colecionador:

> Gameplay em Inglês, por Outside Xbox:

> Gameplay completo do jogo, em português, por BRKsEDU: