> O que é?

Rise of the Tomb Raider é o mais novo jogo da consagrada franquia de Lara Croft, sendo a continuação direta do Tomb Raider de 2013, que serviu como um reboot pra saga, ou seja, um novo e modernizado começo.

Mesmo dividindo opiniões sobre ser melhor ou não do que a série clássica, e ganhando a antipatia de alguns fãs dos jogos mais antigos, o reboot da franquia foi bem recebido tanto pelo público como pela crítica especializada. Eu mesmo gostei muito dessa nova versão, ainda mais se tratando de uma franquia que não estava recebendo a atenção e cuidado que merece há muito tempo.

Com um pegada mais action do que os jogos anteriores, essa nova trilogia de Tomb Raider acaba sendo também muito comparada a Uncharted, gerando sempre disputas entre os desocupados fãs de ambas as franquias.

Rise of the Tomb Raider causou polêmica ao ser anunciado como um exclusivo de Xbox, diferente da versão anterior que já nasceu como multiplataforma. Depois de pouco tempo e muitas declarações nada agradáveis por parte do público, foi esclarecido que seria uma exclusividade temporária, o jogo seria lançado para Xbox One/360 no final de 2015, porém ganharia versão pra PC logo no comecinho de 2016, e só a versão do PS4 que ficaria pra bem mais tarde, chegando ao console da Sony apenas em dezembro de 2016. O motivo da compra dessa exclusividade temporária pela Microsoft seria justamente para competir com o lançamento de Uncharted 4, já que inicialmente ambos os jogos seriam lançados no final de 2015. Só que o título da Sony acabou sendo adiado para 2016, o que deixou Tomb Raider sozinho, e até um pouco esquecido, dizem que a própria Microsoft estava apostando nessa disputa como parte importante do marketing do jogo.

Se o plano (e ao que parece, as vendas) não saiu exatamente como o esperado, o mesmo não se pode falar da qualidade do jogo, Rise of the Tomb Raider acabou sendo um dos jogos mais elogiados pela crítica 2015, e pelo poucos jogadores que já se aventuraram pelo game.

Plataformas: Xbox One / Xbox 360 (em breve PC e PS4)

Lançamento: 10/11/2015 no Xbox One e 360, 28/01/2016 no PC e em dezembro/2016 no PS4.

Desenvolvido por: Crystal Dynamics Publicado por: Square Enix

> Tempo de jogo

Campanha principal: 12~13 horas.

Campanha + Extras: 17 horas.

100%: 38+ horas.

> Notas e Opiniões

Média das notas pelo Metacritic: 86/100

O que a crí­tica falou:

Uma das melhores coisas que joguei esse ano. -Time, 10/10

Rise of the Tomb Raider captura a sensação de ser um aventureiro e te deixa pensando sobre qual vai ser o próximo passa de Lara. Você tem sequências audaciosas, momentos heróicos, exploração divertida, e lutas que mesmo Indiana Jones iria invejar. Se a Crystal Dynamics continuar melhorando o nível a partir daqui, eu mal posso esperar pelo próximo jogo da Lara.” -Game Informer, 9,5/10

Rise of the Tomb Raider eleva o nível da última aventura de Lara com uma divertida história, vilões marcantes, belos cenários, e puzzles inteligentes. Apesar do combate básico não mostrar a que veio com inimigos inteligentes a menos que você suba a dificuldade do jogo, as novas habilidade de Lara deixam as lutas bem mais divertidas.” -IGN, 9,3/10

Em uma era de jogos triple-A com o desejo de sempre querer deixar as coisas mais explosivas e complexas do que anteriormente, Rise of the Tomb Raider mostra como isso deve ser feito. O jogo é cativante e vai estabilizar a Lara Croft como um ícone dos jogos modernos.” -VideoGamer, 9/10

Sendo basicamente uma recriação do seu antecessor, Rise of the Tomb Raider é um magnífico jogo de aventura, combinando elementos brilhantemente e te deixando jogar da forma que preferir. -GamesRadar, 9/10

Como um jogo de ação/aventura, Rise of the Tomb Raider se supera. Ao invés de colidir, gameplay e história compartilham o tempo, completando um ao outro e tendo como resultado final algo coeso como um todo. -GameSpot, 9/10

Mesmo a história e os extras não impressionando, o gameplay de Rise of the Tomb Raider aguenta firme durante uma longa e variada campanha. Existe uma série de elementos para aproveitar e cenários de cair o queixo pra ver, feitos com um ótimo level design. Rise of the Tomb Raider está no mesmo nível do último jogo, então se você gostou da última aventura de Lara, existe muito pra se ver e aproveitar aqui também. -GameTrailers, 8,5/10

Rise of the Tomb Raider é melhor que seu predecessor, mas só por causa das suas adições; ele não arruma nada que estava errado em Tomb Raider (2013). A história é simplificada, muita dela acaba escondida em audio logs sem graça. Não é sobre “sobrevivência” como anunciado, te dando uma vasta gama de recursos disponíveis. Mas encontrar tumbas perdidas, junto com o excelente visual e a variação de locações, fazem a exploração da imensidão selvagem de Rise valerem a pena e eleva a antes superficial visão de Tomb Raider como um jogo de ação/aventura. -Destructoid, 7,5/10

> Ví­deos e Gameplay

Trailer oficial de lançamento:

Anúncio para TV oficial do jogo:

Iní­cio do gameplay, jogo e narração em português, por BRKsEdu:

Início do gameplay em inglês, pela IGN, pra quem preferir:

*Com informações de Metacritic, How Long to Beat e outras fontes citadas.