O que é?

Royal Blood é um duo britânico, formado por Mike Kerr (vocalista e baixista) e Ben Tatcher (baterista) em 2013, lançando seu primeiro álbum em 2014 e colecionando elogios, prêmios e fãs desde então.

A carreira meteórica da dupla incluiu apresentação no palco principal do Rock In Rio ano passado, no dia do Metallica, e também, após deixar o próprio Dave Grohl doido com o som dos caras, eles abriram os shows do Foo Fighters durante a última turnê da banda.

Como é o som?

É cada vez mais difícil definir o estilo de qualquer banda, com tantas definições e sub-gêneros que parecem ser criados semanalmente, mas Royal Blood toca o bom e velho rock. Ou rock alternativo, com uma grande influência do Garage (rock de garagem) e Blues Rock.

Um som mais pesado que o pop tradicional, mas sem o excesso de “barulho” que sempre afasta alguns desavisados. Me lembra um pouco White Stripes, mas de leve, já que a dupla tem personalidade suficiente pra diferenciar o seu som de outras bandas.

Um anônimo comentador do YouTube já definiu o som deles como“Muse without the gayness”, e bem, é uma definição justa.

O que ouvir?

Aqui fica fácil, já que eles só possuem um álbum lançado até o momento (e felizmente, já trabalhando no segundo). E mais fácil ainda porque o álbum é realmente bom por inteiro, sendo inclusive o meu preferido de 2014, então seja lá o qual música você ouvir, vai ser uma boa escolha.

Mas claro, vamos a formalidade e separei 5 músicas pra quem quiser começar a ouvir, ter uma ideia do que esperar:

Gostou? Sim, não, talvez? Deixe sua sugestão de bandas/artistas para serem indicados aqui também, pode ser pelo comentário, e-mail, facebook, o que você achar melhor.