O que é?

Andrew Hozier-Byrne, ou apenas Hozier, é um artista irlandês gigante (e não como forma de expressão, o cara tem quase 2 metros mesmo), que após alguns singles, lançou o seu álbum de estréia em outubro de 2014, intitulado também de “Hozier”, que pode não ser o nome mais criativo do mundo, mas acho tão legal quando algum artista usa o próprio nome/nome da banda no primeiro álbum.

Além do sucesso em seu país de origem, Hozier ficou também conhecido mundialmente, principalmente pela música “Take Me Church”, que conta com 100 milhões de views no YouTube, e que é um dos clipes mais polêmicos dos últimos anos, onde mostra um casal gay, com cenas de beijos, mas principalmente por ser uma história bem triste, abordando o preconceito e ódio irracional que as pessoas sofrem.

Por sorte, Hozier está longe de ser popular por causa da polêmica, mas sim pela qualidade do seu trabalho. O álbum foi um dos melhores de 2014, e o cantor recebeu inúmeros elogios, sendo considerado um dos melhores novos artistas, e consideração essa que eu concordo completamente.

Como é o som?

É uma mistura, com algumas influências fortes ali. Provavelmente o que mais se destaca no som é a pegada mais blues, mas que vem junto com um rock mais leve, e essa mistura traz uma sonoridade incrível pro trabalho do cara.

Hozier é fácil de ouvir, e é um tipo de artista que consegue agradar uma vasta gama de pessoas, não importa muito a sua preferência, vai ter pelo menos uma música ali que você vai gostar, ou que no mínimo não pularia se ela aparecesse na sua playlist.

Tem um lado bem melancólico aqui, que aparece no som, nas letras, vídeos, e até na aparência (meio estranha) do cantor, então é ótimo pra curtir aquela bad também.

O que ouvir?

Artista com só um álbum lançado é sempre fácil de escolher, até porque o trabalho costuma ser bem conciso, mas vamos lá com as 5 músicas para você conhecer e começar a escutar.

Música mais famosa dele, e que provavelmente você já escutou, mesmo sem saber de quem era. Puta música, e vídeo forte. E sim, tem homens se beijando, e tem violência, então você já está avisado do que vem. Mas veja, ou pelo menos escute, é uma das melhores músicas dos últimos anos.

Provavelmente a minha preferida, e até agora eu não entendi o que aconteceu com o clipe oficial, que simplesmente desapareceu do YouTube de um dia pro outro, e ninguém sabe o motivo. Indústria da música né, mas vezes é até melhor não saber mesmo.

Mais um ótima música, essa mais suave, e mais um excelente vídeo, boa historinha. Esse é bem mais tranquilo, então não vai ofender ninguém (se é que isso é possível hoje em dia).

Dá pra falar que é a música com a sonoridade mais “feliz” do Hozier, e bem forte no blues. Se acha o resto melancólico demais, talvez essa agrade mais.

Pra terminar, o trabalho mais recente, clipe lançado à dois dias. Não é minha música preferida, e se Jackie and Wilson soa como a mais alegre, essa soa como a mais triste. De qualquer forma, é interessante conhecer os dois extremos.