Fascismo. Em plena era de discussões políticas acaloradas e geralmente estúpidas nas redes sociais, fascismo é uma palava que voltou à moda, sendo usada em quantidade recorde e geralmente fora de contexto, onde pessoas repetem sem nem ao menos saberem do que estão falando. Mas essa é a internet, e todos sabemos que a internet é feita de pessoas que não tem ideia do que estão falando (não me excluo dessa), seja lá qual for o assunto.

Mas felizmente existem formas de aprender um pouco sobre coisas importantes sem fazer muito esforço, e olha só, assistir um filme que retrata bem um determinado assunto é uma delas. Esse é o caso de A Onda (Die Welle como título original), um filme alemão de 2008 que mostra um pouco sobre o fascismo, e o poder que ele tem.

Não, não é um filme pesado nem nada do tipo, aqui mostra a história de um professor, que sendo obrigado a dar aulas sobre autocracia para um grupo de alunos que estavam ainda menos interessados no assunto do que ele, tem a ideia de deixar as coisas mais divertidas e passar para um exemplo prático, mostrando que uma ditadura pode sim se instaurar nos tempos atuais, e como as pessoas podem ser manipuladas. Porém, a experiência dá tão certo que as coisas começam a sair de controle muito rápido, mas sair de controle para caralho mesmo.

O mais impressionante é que isso é baseado em uma história real (um experimento social chamado de Terceira Onda, que foi feito na Califórnia em 1967), e é de certa forma até assustador ver o quanto alguns gestos e imposições conseguem controlar e mudar um grande número de pessoas.

A Onda é um filme fácil de assistir, consegue levar o tema de forma leve, e você não vai se sentir assistindo uma aula disfarçada, é um filme bem legal por méritos próprios. Existe o lado adolescente, com suas festinhas, hormônios e inseguranças, mas também nada que vai afastar o público mais velho.

É uma ótima combinação de um bom filme com um tema importante, e que continua extremamente atual.

> Vale a pena assistir?

Assista se quiser ver algo um pouco diferente, pra aprender mais sobre o assunto, para ter mais argumentos na próxima briga virtual e para parecer mais culto por ter assistindo um filme alemão.

> Tem na Netflix?

Sim.

> Trailer: