Policial agride estudante de medicina em mercearia de Goiás por ele ser gay;

PM vai responder pelos crimes de injúria, ameaça, lesão corporal e racismo, conforme Polícia Civil. Gravação mostra quando agente chama jovem de ‘viadão’, o agride e o ameaça com arma.

Um policial militar foi indiciado por agredir o estudante de medicina Lucas Leite, de 23 anos, em uma mercearia por ele ser gay, em Goiânia. Conforme a Polícia Civil, o PM Alessandro de Oliveira Lopes vai responder pelos crimes de injúria, ameaça, lesão corporal e racismo – por ser homossexual. Um vídeo registrou o crime.

TV Anhanguera

O caso aconteceu na noite do dia 9 de agosto. Um vídeo mostra quando o PM chama Lucas de “viadão”, dá um tapa em seu rosto e, em seguida, saca uma arma de fogo e aponta para o jovem (veja acima).

À época, a PM informou que o policial, que estava de folga quando aconteceu o fato, que ele havia sido afastado de suas funções operacionais e tinham instaurado um procedimento administrativo para apurar o caso.

Investigação

Após a confusão, o estudante registrou um boletim de ocorrência na Central de Flagrantes de Goiânia. No documento, Lucas afirmou que a discussão começou quando o policial militar questionou o motivo de o estudante estar olhando para ele e que, além das agressões, o militar disse que o mataria.

“Quando eu passei perto dele, ele começou a debochar e rir, olhando para mim, como se tivesse algum problema comigo. Eu não arrumei confusão, não fui para cima dele, não fiz nada que justificasse tal atitude”, afirmou.

De acordo com o Grupo Especializado no Atendimento às Vítimas de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância da Polícia Civil (Geacri), que investigou o caso, o policial responde ao processo em liberdade.

Com informações de TV Anhanguera

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novembro Leathers de Minas realizam encontro fetichista em Belo Horizonte

Eu não quero mais sexo - há algo de errado comigo?

'Quanto Mais Vida, Melhor!': Nova novela da TV Globo terá personagem não-binária e drag queen