Dicas segurança para os submissos.

A entrega a uma pessoa numa sessão de BDSM deve ser algo pensado e obedecer algumas dicas.
  • Uma das dicas é procurar referências sobre determinada pessoa. Com a facilidade da internet é fácil encontrar pessoas ou amigos que conhecem o seu futuro dominador. Use grupos de WhatsApp ou o Facebook para pesquisar junto a seus amigos.
  • Prefira os Dominadores conhecidos. Se o dominador for conhecido no meio é melhor, pois muitos praticantes submissos já passaram por eles, e demonstra que um deles tem experiência para conduzir uma sessão. “Demora-se anos pra construir uma fama, e segundos para a destruir”.
  • Evitar ser preso, amarrado, algemado no primeiro encontro com pessoas desconhecidas, pois em caso de não cumprimento do que foi combinado, você estará em apuros.
  • Procure conversar bastante com o dominador, saber seus fetiches preferidos, falar dos seus fetiches. Isso é muito importante.
  • Guardar as conversas que teve com o dominador. Importante isso para lembrá-lo do que foi combinado. Como também servir de prova contra algum psicopata.
  • A escolha do local da sessão é muito importante, se o dominador morar num apartamento é melhor pois há vizinhos por perto, onde se houver algum contratempo, você poderá gritar ou fazer zoada.
  • Peça a ele uma palavra de segurança, isto é obrigação dele, mas caso ele não diga, sugira a ele.
  • Nada de dizer: “eu topo tudo” ou “eu não quero palavra de segurança”. Pois na verdade todos tem limites e saber seus próprios limites é fundamental.
  • Avisar a algum amigo. Isso é importante para o caso de uma primeira sessão, pois não se sabe a personalidade de quem vai dominar você. Deixe o telefone de seu parceiro e o local onde vocês terão a sessão.
  • Cuidado com fotos e vídeos. Mesmo sendo um dos maiores fetiches, ser filmado para poder assistir depois, sempre prefira tá com máscaras, pois não se sabe a índole de uma pessoa. Em casos de chantagem, procure a polícia, mostre as conversas e diga como estão te chantageando. Porém, se seu fetiche for “ser chantageado pelo parceiro” muito cuidado com a escolha desse dominador, pois mesmo com todo teatro e “ameaças”, nunca vai prejudicar sua imagem ou trazer problemas para você.
  • Deixar claro os seus limites e as práticas que você curte. Muito importante esse tópico para que a sessão seja perfeita. Não esqueça de dizer as práticas que você não quer experimentar de forma alguma, já que o BDSM é repleto de possibilidades de práticas.
  • Se você tiver algum trauma, ou estiver em tratamento psicológico ou mesmo de saúde é FUNDAMENTAL ser franco com o dominador e relatar o que se passa. Se o mesmo não der a mínima para seus problemas, não fique com ele, pode ser um problema para você.

 

Artigo gentilmente cedido pelo dominador Mestre Brenno Furrier.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novembro Leathers de Minas realizam encontro fetichista em Belo Horizonte

Eu não quero mais sexo - há algo de errado comigo?

'Quanto Mais Vida, Melhor!': Nova novela da TV Globo terá personagem não-binária e drag queen